ERRATA sobre a MESA 04 - Agostinho e resumos faltantes

Informamos que houve um erro no caderno de resumos do encontro de 2015!

Os resumos corretos dos inscritos na mesa 04 do dia de 25/05, Pedro Henrique Pereira da Silva, Augusto César e Douglas Resende são os seguintes:

Douglas Resende:
Título: "Do homem exterior ao habitar do homem interior: Agostinho e o caminho da busca de Deus"
Resumo correto: ""Ó Deus, tu me conheces, faze que eu te conheça, como sou por ti conhecido." (Cor 13, 12). Essa passagem da Primeira Epístola aos Coríntios que abre o livro X das Confissões, expressa a vontade de Agostinho de conhecer a Deus. Nada mais, nada menos do que uma busca do conhecimento do seu próprio criador. Criador que se encontra acima de toda criatura, e, portanto, acima de toda exterioridade do criado. Toda criatura na exterioridade do seu "ser" criado expressa o que o autor chama de “homem exterior”, aquele que está em referência ao corpo, à exterioridade do criado. Por outro lado, o autor ainda fala sobre um homem que se encontra mais além da exterioridade, um homem que habita no interior do homem – o “homem interior”, aquele que está em referência à parte mais nobre do homem: a alma. O que nos cabe nesta exposição é expressar o caminho da busca de Deus por Agostinho a partir do livro X das Confissões. Caminho, cujo caminhar o conduz desde o homem exterior ao habitar do homem interior."

Augusto César: Título: "A concepção de morte em Agostinho"

Resumo correto: "Este trabalho consiste na exposição acerca da morte expressa no livro XIII da Cidade de Deus. Nesta exposição pretende-se abordar a morte como consequência do pecado original, pecado esse vindo desde Adão e que se estendeu a toda a raça humana, e que atinge de forma inexorável a todos, sejam justos ou não. A morte física, descrita como separação da alma e do corpo, possui a sua dimensão trágica ampliada pela possibilidade da segunda morte, a morte da alma, morte esta passível de ser evitada pela regeneração batismal, condição sine qua non para uma vida eterna."
Pedro Henrique Pereira da Silva
Título: "Amor ao próximo: compreensões arendtianas acerca da vida em sociedade no pensamento de Agostinho"

Resumo correto: "O presente trabalho busca explicitar as análises da pensadora Hannah Arendt acerca das proposições agostinianas para a vida em sociedade. De acordo com Arendt, Agostinho chega à conclusão de que a Felicidade almejada pelo homem somente concretiza-se sem a ameaça de um devir; logo, na eternidade. Com efeito, por meio da rememoração o homem remete-se à sua origem, tendo a possibilidade de compreender o sentido de sua vida no mundo, estruturada a partir da sua dependência em relação ao Criador. Dessa maneira, descobrindo-se enquanto criatura e vivendo como se não estivesse no mundo, relaciona-se com o próximo a partir da caridade: uma relação fundada no amor infinito de Deus."